28/08/2017

Presidente do Coren-RJ realiza reunião no Hospital Evandro Freire

A pauta principal foi o não pagamento dos salários dos funcionários

A presidente do Conselho Regional de Enfermagem do Rio de Janeiro (Coren-RJ), Dra. Maria Antonieta Rubio Tyrrell, participou, na última quinta-feira (24), de reunião no Hospital Municipal Evandro Freire, na Ilha do Governador. A pauta principal do encontro foi o não pagamento do salário do mês de julho dos funcionários da instituição. Apesar dos repasses não terem sido efetuados, o diretor do hospital informou que o atendimento ocorre normalmente e não há previsão de fechamento de nenhum serviço. No mesmo dia, foi realizada uma reunião com os auxiliares e técnicos de Enfermagem da instituição, o Coren-RJ e o Sindicato dos Auxiliares e Técnicos de Enfermagem do Município do Rio de Janeiro (Satemrj).

A Prefeitura do Rio de Janeiro, através de decreto publicado no último dia 18, adiou a data dos repasses financeiros de contratos com as OS’s responsáveis pela administração de unidades de saúde e de serviços de outras secretarias. Na prática, os salários referentes ao mês de julho de milhares de trabalhadores estão sem previsão de pagamento. O atraso dos salários totaliza 45 dias. Somando-se a isso, o abastecimento de alimentos e remédios poderá ficar comprometido já nos próximos dias por conta do adiamento de repasses.

A crise financeira atingiu o município e, com isso a vida de milhares de pessoas, tanto os profissionais da saúde em suas diversas categorias quanto a população atendida pelo SUS. A Enfermagem representa a maior força de trabalho na saúde e deve ser remunerada de forma justa e regular por seu trabalho. O Coren-RJ entende que é competência dos sindicatos defender os direitos individuais e coletivos dos trabalhadores, mas reconhece que a ausência de salários atinge frontalmente a qualidade técnica da assistência de Enfermagem, pois Enfermeiros, Técnicos e Auxiliares de Enfermagem não podem exercer suas funções de forma regular sofrendo dificuldades financeiras.

O Coren-RJ apoia o encaminhamento dos funcionários e chefias, que requerem da Prefeitura posicionamento oficial e que assuma a responsabilidade pelo pagamento dos salários em atraso.




  • e-dimensionamento-207x117
  • add_5
  • parecer_CT2
  • BannerLateral_codigo_etica