Inscrição profissional de Estrangeiro Portador de Visto Permanente ou Temporário

PORTADOR DE VISTO PERMANENTE

Documentação Pessoal:

Para concessão de inscrição definitiva, o interessado deverá apresentar os documentos solicitados para Inscrição definitiva junto com original e cópia de visto permanente que permita se fixar definitivamente no Brasil.

O profissional estrangeiro está isento da apresentação de certificado de reservista e título de eleitor.

 

Documentos escolares:

– Os diplomas e certificados expedidos por instituições de ensino estrangeiras devem ser revalidados, na forma da lei, por instituição de ensino credenciada pelo órgão de educação, conforme procedimentos adotados pelo Ministério da Educação.

– Original e cópia do diploma ou certificado revalidado por instituição de ensino pública, que ministra o curso de Enfermagem e ainda cópia da tradução do diploma ou certificado realizada por tradutor público juramentado.

 

INFORMAÇÕES IMPORTANTES:

1- A validade da carteira não poderá exceder a data de validade da Carteira de Identidade de Estrangeiro, expedida pela Polícia Federal.

2- O profissional estrangeiro está isento da apresentação de certificado de reservista e título de eleitor.

 

PORTADOR DE VISTO TEMPORÁRIO

Ao estrangeiro portador de visto temporário será concedida inscrição desde que atendidos os seguintes requisitos, conforme o caso:

– Seja o profissional portador de visto temporário na condição de cientista, pesquisador, professor, técnico ou profissional de outra categoria, sob regime de contrato ou a serviço do governo brasileiro, na forma prevista no art. 13, inc. V, da Lei nº. 6.815, de 19 de agosto de 1980;

– Estando o profissional a serviço de entidade pública ou privada, tenha obtido do Departamento de Polícia Federal o protocolo de que trata o art. 83, § 1º, do Decreto nº. 86.715, de 10 de dezembro de 1981, com validade de até 180 dias; III. Estando o profissional em situação ilegal, seja portador da cédula de identidade de que trata o art. 134, §§ 2º e 5º, da Lei nº. 6.815, de 19 de agosto de 1980, com validade de 02 (dois) anos improrrogáveis, que lhe permite o exercício de atividade remunerada. § 1. O prazo de validade da CIP não deve exceder aquele dos documentos acima referidos. § 2. Aos profissionais de que trata esta subseção, incidirá anuidade, nos termos da Lei nº 12.514, de 28 de outubro de 2011.

 

Documentação Pessoal:

Para concessão de inscrição, o interessado deverá apresentar os documentos solicitados para Inscrição definitiva, junto com original e cópia de do passaporte.

O profissional estrangeiro está isento da apresentação de certificado de reservista e título de eleitor.

 

Documentos escolares:

– Os diplomas e certificados expedidos por instituições de ensino estrangeiras devem ser revalidados, na forma da lei, por instituição de ensino credenciada pelo órgão de educação, conforme procedimentos adotados pelo Ministério da Educação.

– Original e cópia do diploma ou certificado revalidado por instituição de ensino pública, que ministra o curso de Enfermagem e ainda cópia da tradução do diploma ou certificado realizada por tradutor público juramentado.

 

VALORES

No ato do requerimento, será gerado boleto com vencimento de dez dias, em parcela única, referente à taxa da inscrição e à anuidade vigente.

Para maiores informações sobre os valores de taxa e anuidade, clique aqui



  • BannerLateral_codigo_etica
  • e-dimensionamento-207x117