Transferência de Inscrição

A transferência de inscrição será deferida para o portador de Inscrição Definitiva ou Remida que necessitar transferir seu domicílio profissional por tempo superior a 90 (noventa) dias para a jurisdição de outro Coren, sendo solicitada sempre no Coren de destino.

 

TRANSFERÊNCIA PARA O COREN/RJ

Para requerer Transferência serão exigidos o ORIGINAL e a CÓPIA dos documentos relacionados abaixo:

1- 01 (uma) fotografia recente, colorida, nítida, sem sombras, com fundo branco e em formato 3×4;

A foto deve ser do tipo “foto para documento oficial”: nítida, sem sombra, com fundo branco liso, em formato 3×4 colorido e de alta resolução. O enquadramento deve cobrir os ombros e o rosto do profissional. Roupas brancas devem ser evitadas para facilitar o contraste da impressão.

2- Carteira de identidade civil ou outro documento com valor legal na validade, no qual conste a data da emissão, o órgão emissor e a foto;

São aceitos como documentos de identidade civil: Registro Geral(RG); Carteira Nacional de Habilitação; Passaporte, Carteira de Identidade Militar; Carteira de Identidade de Órgãos de Fiscalização Profissional; Cédula de Identidade de Estrangeiro(CIE).

3- Documento de Cadastro de Pessoa Física – CPF;

Para emitir seu comprovante de inscrição no CPF, clique aqui 

4- Título de eleitor com comprovante de votação da última eleição (dois turnos, se for o caso) e/ou certidão de quitação eleitoral emitida pela justiça eleitoral. O comprovante de justificativa eleitoral não é aceito como comprovante de quitação eleitoral;

Para emitir sua Certidão de Quitação Eleitoral, clique aqui

5- Certidão ou comprovante de quitação com serviço militar para o sexo masculino, com idade inferior a 46 anos;

São aceitos como comprovantes de quitação com o serviço militar: Certificado de Alistamento, nos limites de sua validade (conforme carimbos aplicados no verso do mesmo); Certificado de Reservista; Certificado de Isenção; Certificado de Dispensa de Incorporação; Certidão de Situação Militar; Carta Patente para oficial da ativa, da reserva e reformado das Forças Armadas ou de corporações consideradas suas reservas;  Provisão de reforma, para as praças reformadas; Atestado de Situação Militar, quando necessário, para aqueles que estejam prestando o Serviço Militar – válido apenas durante o ano em que for expedido;   Atestado de desobrigação do Serviço Militar;  Certificado de Prestação do Serviço Alternativo; e Certificado de Dispensa do Serviço Alternativo.

6 – Certidão de nascimento, certidão de casamento ou certidão de casamento com averbação de divórcio (conforme estado civil). Caso seja viúvo (a), trazer a certidão de óbito do cônjuge, juntamente com a certidão de casamento;

7 – Original da carteira profissional de identidade expedida pelo Coren de origem;

Em caso de eventual extravio da carteira profissional de identidade, o(a) profissional deverá juntar ao requerimento o Boletim de Ocorrência Policial ou declaração de próprio punho, nela constando, expressamente, nome, CPF, número da carteira de identidade, grau de habilitação ou qualificação e número de inscrição no Coren.

8 – Cópia do diploma/certificado de conclusão do curso ou certidão de inteiro teor constando os dados do registro do diploma e os dados de registro do Cofen. A depender da data de registro, os dados de registro do Cofen podem existir na forma de carimbo ou selo, no verso do diploma/certificado, ou na forma de Certificado de Registro, uma folha anexa;

9 – Certidão que comprove a situação inscricional e a existência ou não de processo ético, emitida pelo Coren de origem.

 

INFORMAÇÕES IMPORTANTES

1 –  A existência de débitos do(a) profissional não é impeditivo para deferimento da transferência de inscrição;

2 – Todos os débitos, incluindo a anuidade do ano corrente, devem ser pagos ao Coren de origem;

3 – Em relação à Inscrição Definitiva sem diploma que esteja suspensa, o(a) profissional somente poderá solicitar transferência se estiver de posse do diploma ou do certificado, a fim de regularizar sua situação inscricional no Coren de destino;

4 – A transferência de inscrição não será deferida ao profissional que estiver respondendo a processo ético, devendo o mesmo solicitar inscrição secundária no Coren de destino.

 

TRANSFERÊNCIA DO COREN/RJ PARA OUTRO COREN

No ato do pedido de transferência, o profissional deverá apresentar certidão que comprove a situação inscricional e a existência ou não de processo ético ao Coren de destino.

Preenchendo nome completo, CPF, inscrição e categoria profissional, a certidão pode ser solicitada ao e-mail: transferencia@coren-rj.org.br

 

 



  • BannerLateral_codigo_etica
  • e-dimensionamento-207x117
  • add_5
  • parecer_CT2